CREF3/SC realiza palestra na Unidavi, em Rio do Sul
14 de março de 2014
Profissional de EF fala da importância de ser fisicamente ativo
18 de março de 2014

Ministério da Saúde abre nova etapa para cadastro na Semana Nacional de Humanização

O Ministério da Saúde vai promover a Semana Nacional de Humanização em várias cidades brasileiras, de 07 a 11 de abril de 2014. E a programação da Semana  vem sendo  construída por quem faz a humanização do SUS.  Até o momento, 395 atividades entre debates, oficinas, fóruns, plenárias,  rodas de conversa, exposições, atividades culturais foram cadastradas.

Todas as atividades cadastradas e que estejam de acordo com as orientações da PNH serão incluídas na programação oficial da Semana. O cadastro de atividades continua  até a primeira semana de abril, para que gestores, trabalhadores e usuários do SUS, movimentos sociais, estudantes, pesquisadores e instituições  organizem  atividades relacionadas às diretrizes da PNH para serem realizadas durante a Semana Nacional de Humanização.

Durante o cadastro, é preciso identificar o objetivo da atividade cadastrada, público estimado, local de realização e as instituições parceiras envolvidas, entre outras informações. Todas as atividades devem se inserir em um dos três eixos da Semana: Participação dos Usuários no SUS, Gestão e Humanização, Trabalho e Humanização.

O cadastro está aberto na Rede HumanizaSUS (www.redehumanizasus.net), onde já é possível visualizar o Mapa das atividades cadastradas. Para o coordenador da Política Nacional de Humanização, Gustavo Nunes de Oliveira, a Semana de Humanização vai dar visibilidade a ações que estados e municípios tem feito para qualificar a atenção e o acesso à saúde. A Semana será um  momento de mobilização pró-SUS, mostrando  principalmente aquilo que dá certo e os avanços, mas também problematizando as dificuldades e desafios da saúde pública”,  afirma.

Sobre a Política Nacional de Humanização (PNH)

A PNH existe há dez anos no SUS para transformar a relação entre gestores, trabalhadores e usuários, de modo que cada um deles se reconheça como parte do SUS  e contribua para suas melhorias.  Com um grupo de apoiadores atuando em todo o território nacional, o trabalho da PNH se baseia no apoio institucional às Secretarias Municipais de Saúde (SMS), Secretarias Estaduais de Saúde (SES), Hospitais e Coletivos de Humanização, além da  formação de gestores, trabalhadores e usuários.

Acolhimento, gestão participativa e cogestão, clínica ampliada, valorização do trabalhador, defesa dos direitos dos usuários e ambiência são as diretrizes que embasam a PNH e se materializam nos serviços de saúde por meio de  diferentes dispositivos que melhoram a atenção, gestão e o trabalho em saúde: Acolhimento com classificação de risco (que inverte a lógica de atendimento por ordem de chegada, mas de acordo com a vulnerabilidade e o risco do usuário do SUS), colegiados gestores (que democratizam as decisões), garantia de visita aberta e direito ao acompanhante, projetos de ambiência que contam com a experiência cotidiana dos trabalhadores para as reformas da infraestrutura do serviço de saúde, entre outros.

Serviço:

 

Semana Nacional de Humanização – 07 a 11 de abril de 2014

Cadastro de atividades:  www.redehumanizasus.net

Clique aqui para ver a lista de atividades já cadastradas e acessar os materiais de divulgação

Mais informações:

 

Política Nacional de Humanização

 

61 3315 91 30 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *