Cinquenta e cinco estabelecimentos do vale do Itajaí receberam visitas do CREF3/SC
22 de maio de 2014
Vem aí o Dia do Desafio 2014, com a participação de 184 cidades catarinenses
26 de maio de 2014

Audiência Pública sobre o comércio e o consumo de Suplementos Nutricionais e Esteroides marca a 1ª Semana de Vigilância Sanitária da Alesc

A Audiência Pública sobre o comércio e o consumo de Suplementos Nutricionais e Esteroides Anabolizantes foi um dos pontos altos da 1ª Semana de Vigilância Sanitária na Assembleia Legislativa. O evento, promovido pela Alesc, por intermédio da Comissão de Saúde, levantou o debate sobre os desafios e perspectivas da área da Vigilância Sanitária em Santa Catarina durante os dias 19, 20 e 21 de maio.

O CREF3/SC apoiou e participou do evento. Integrante da Comissão da Saúde, o Conselho levantou questões importantes para a Educação Física catarinense, ligadas à Vigilância Sanitária e à saúde da população. Durante a Audiência Pública, que contou com a presença do conselheiro Marino Tessari (CREF 000007–G/SC), da gestora do CREF3/SC, Marli Ignácio da Silva Trentin (CREF 001624-G/SC), da Supervisora de Atividades Fins, Cristiane Lindner Giorgi (CREF 010363-G/SC) e do assessor de Atividades Externas, Juliano Prá (CREF 000258-G/SC), foram apresentadas as diferenças entre suplementos alimentares e anabolizantes e discutida a ampla indicação e uso indiscriminado pela população, sem a orientação de um nutricionista.

Entre os debatedores, a diretora de Vigilância Sanitária, Raquel Ribeiro Bittencourt, assinalou a importância da fiscalização no combate à venda irregular dos produtos, porém reconhece que a Vigilância Sanitária sozinha não tem condições de chegar a todos os locais. “Contamos com outros atores para nos auxiliar na amenização do problema. A população deve ficar alerta. Porém, acredito que é um trabalho educativo, que começa na escola”, afirmou. Raquel pretende ainda retomar a campanha “Cuide da sua Saúde”, realizada com o CREF3/SC.

A falta de regulamentação específica para o uso de suplementos alimentares para a população foi um dos pontos levantados por Telesmagno Neves Teles, Coordenador de Vigilância Sanitária de Portos, Aeroportos e Fronteiras em SC (CVPAF/SC). Segundo ele, a RDC 18 da Anvisa trata de atletas de alto desempenho apenas e a solicitação de uma regulamentação mais ampla será levada à Anvisa.

Marino Tessari aproveitou a oportunidade para destacar o trabalho realizado pela Comissão de Saúde da Alesc, que pela efetividade das ações aumentou, em muito, a atuação da fiscalização do Conselho. “Nosso trabalho é de prevenção e promoção da saúde e estamos realizando-o com qualidade para garantir que a população tenha acesso a atividade física orientada por profissionais de Educação Física habilitados”, destacou.

 

Foto: Solon Soares/Agência AL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *