defensoria
Profissionais de Educação Física participam de capacitação para Defensores Dativos
18 de setembro de 2017
CBAFS
UFSC realiza XI Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde (CBAFS)
19 de setembro de 2017

Unisul forma primeiro bacharel de Educação Física com paralisia cerebral do país

unisul formatura

unisul formaturaO curso de Educação Física da Unisul Pedra Branca formou no último sábado, 16 de setembro, o primeiro Bacharel em Educação Física com Paralisia Cerebral do país. Augusto Delfino, com muita determinação, realizou o sonho de concluir o curso superior e sua história inspirou muitas pessoas dentro e fora da universidade por sua garra, força de vontade e exemplo de vida. O 2º vice-presidente do CREF3/SC, Jean Carlo Leutprecht (CREF 000012-G/SC), participou da solenidade e entregou a Medalha de Mérito Acadêmico a Augusto, em cerimônia marcada por muita emoção.

Augusto recebeu todo apoio do Programa de Promoção de Acessibilidade –PPA da Unisul para concluir a graduação. Para a Coordenadora do Curso de Educação Física, Maria Letícia Knorr (CREF 009867-G/SC), participar deste momento e, principalmente da caminhada do Augusto, foi gratificante demais. “Augusto e sua família nos ensinaram com educação e dedicação o que é buscar um sonho, o que é tornar aquilo que almejamos possível. E nos mostraram incansavelmente o que é felicidade! Foi um desafio para nossa universidade e este desafio foi possível graças a uma dedicação e persistência invejável, que fizeram com que o aprendizado diário fosse possível. Assim, Augusto se incluiu da melhor maneira que poderíamos imaginar. Viver isto tudo foi sobretudo inspirador para todos que estiveram conosco, como pais, colegas, professores, setores da universidade, coordenação e Programa de Promoção de Acessibilidade PPA. Augusto desbancou conosco muitas barreiras na educação e sobretudo, na educação física. Com orgulho e emoção em nossos corações, concedemos o grau ao primeiro Bacharel em Educação Física com paralisia cerebral do Brasil! Que honra nossa equipe poder fazer parte desta história”, enfatiza Maria Letícia.

Fonte: Unisul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *