Prorrogação-08
Prorrogado prazo para envio de artigos para o Livro de Boas Práticas na Educação Física Catarinense
5 de abril de 2021
anuidade prorrogadasite
Anuidade 2021: CREF3/SC prorroga vencimento, com opção de parcelamento
7 de abril de 2021

CREF3/SC participa de audiência pública sobre práticas esportivas durante a pandemia

Prancheta 6@2x-8

Prancheta 6@2x-8O presidente do CREF3/SC, Prof. Irineu Wolney Furtado (CREF 003767-G/SC), participou na tarde de hoje, 5 de abril, de audiência pública virtual sobre práticas esportivas durante a pandemia, realizada pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina, proposta pelo Conselheiro do CREF3/SC e deputado estadual Fernando Krelling (CREF 007007-G/SC). “O esporte coletivo e individual traz inúmeros benefícios à saúde da população. Queremos discutir tecnicamente os decretos e como eles refletem na prática do exercício físico do cidadão”, destacou o deputado.

Para iniciar a audiência, o Prof. Dr. Francisco Pitanga (CREF 000108-G/BA) apresentou evidências científicas que ressaltam a importância de ser ativo fisicamente para enfrentar a pandemia. Em comparativo com a epidemia de H1N1, estudos demonstraram que pessoas mais ativas fisicamente se hospitalizavam menos e tinham quadros clínicos menos graves na época. “Temos um trabalho que mostra que nas capitais brasileiras onde a prevalência da atividade física é maior, temos menor mortalidade absoluta e proporcional e menor letalidade da doença. Manter a prática esportiva em qualquer contexto neste momento é extremamente importante”, ressaltou.

A audiência, da Comissão da Educação, Cultura e Desporto, debateu os Decretos e Portarias que dispõem sobre as condicionantes e vedações para o retorno das atividades esportivas. Para o presidente do CREF3/SC, é fundamental preservar a vida e manter a prática dos exercícios físicos com segurança. “Esperamos que o resultado da audiência tenha eco no governo do Estado e em uma nova direção em relação aos decretos e portarias relacionadas ao esporte catarinense. Do ponto de vista técnico, sabemos dos benefícios do esporte para a saúde. O Conselho atua em defesa da flexibilização das atividades de todas as escolas de esportes e centros de treinamento que trabalham diretamente no esporte e, há mais de um ano não encontram meio de subsistência dos negócios e das famílias dos profissionais registrados que atuam no setor. Precisamos sensibilizar as autoridades que escrevem os decretos e portarias para que analisem, tecnicamente, a liberação das atividades”, afirmou o presidente do Conselho.

Krelling encerrou a audiência ressaltando as dificuldades enfrentadas pelos profissionais de Educação Física e donos de estabelecimentos, e a tristeza em ter que continuar alertando que a Educação Física trabalha na prevenção da saúde. “Temos uma Lei em Santa Catarina que torna a atividade física e os locais de prática essenciais, e que somente poderiam ser fechados baseado em dados técnicos e científicos para tais fechamentos. Nós temos a vacina, o esporte é uma ferramenta para o exercício físico, não apenas lazer”, completou.

Eduardo Macário, superintendente de Vigilância em Saúde, agradeceu o trabalho do CREF3/SC e da Fesporte na construção de uma nova portaria, finalizada hoje, 5/04, e que será apresentado para a secretária de Saúde, Carmen Zanotto. O novo regramento deve ser divulgado nos próximos dias.

Também participaram da audiência o presidente da Fesporte, Kelvin Soares (CREF 002004-G/SC), a presidente da CED, Michele de Souza (CREF 003064-G/SC), o superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, além de deputados, proprietários de estabelecimentos que prestam serviço na área das atividades físicas/esportivas e outras autoridades da área esportiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *